Rede VPN: alternativa segura para a troca de dados entre empresa e funcionários

Veja o que é uma VPN e quais são os benefícios desse sistema para a sua empresa. Acesse agora mesmo para conhecer e verificar as vantagens.

02/08/2019 às 9:00

A maior vantagem da Rede Privada Virtual (VPN), como o próprio nome diz, é conseguir estabelecer uma conexão remota com privacidade e segurança. Neste conteúdo, explicamos melhor como ela funciona e algumas formas de uso.

Em tempos de trabalho remoto e mobilidade, fica difícil depender de um cabo de rede para fazer a comunicação entre a central de uma empresa, por exemplo, e os computadores dos funcionários. Ficar sem essa conexão, então, nem pensar. Para resolver isso e também para outros usos, hoje a alternativa que aparece como a mais conveniente é a VPN, sigla de Virtual Private Network ou Rede Privada Virtual.

Rede VPN: mulher segurando o celular, que tem na tela a sigla VPN.
Uma Rede VPN facilita os processos dentro de uma empresa.

Assim, funcionários em viagem ou trabalhando de casa podem se conectar à rede da empresa. Como? Acessando seus dados e recursos, sem a necessidade de estarem presentes.

Dados em segredo

Uma das grandes vantagens da VPN, como indica o próprio nome, é que ela garante a privacidade durante as trocas de informação online. Sendo assim, mantém os dados criptografados e o endereço de IP do usuário em segredo.

Isso é possível porque, após serem criptografados, os dados são encapsulados e transmitidos pela internet como um “pacote”. Tal processo acontece por meio de um túnel, chegando diretamente ao destinatário.

Rede VPN: mãos digitando em um computador.
A VPN mantém em sigilo todos os dados de acesso.

Dessa forma, o receptor final, e apenas ele, consegue identificar as informações e o remetente. Os dados do pacote, ao serem recebidos, são desencapsulados, descriptografados e armazenados no dispositivo. Nesse percurso, portanto, ainda que alguém tente interceptá-los, nenhum outro usuário conseguirá acessar os dados.

Essa funcionalidade é importante, principalmente, quando se acessa a internet em hotspots não confiáveis. Aeroportos, cafeterias e outros locais com Wi-Fi pública são os exemplos mais comuns. Afinal, nesses locais os dispositivos estão mais vulneráveis aos ataques de hackers.

Além disso, ao ocultar o endereço de IP, a rede VPN impede que provedores de internet e outros mecanismos de pesquisa identifiquem o seu padrão e histórico de navegação. Trata-se daquele tipo de rastreio que faz com que apareçam anúncios relacionados a alguma pesquisa sua feita anteriormente.

Esses atributos de segurança costumam ser especialmente importantes para empresas que prezam pela confidencialidade dos dados ou não podem correr o risco de ter divulgadas informações da marca por terceiros.

Escolhendo a sua rede VPN

Mesmo sendo a melhor forma de criar uma conexão segura, existem diferentes graus de qualidade entre as VPNs. Inclusive, os melhores provedores costumam oferecer uma camada extra de proteção. Tal medida ajuda a prevenir ataques de malware e outras pragas virtuais. Além disso, fornecem informações precisas sobre as condições de navegação e fluxo de dados.

O uso da VPN ajuda a combater possíveis invasões de hackers.

Ter a velocidade da internet reduzida é algo comum em muitos casos, por conta da forma como a informação é transmitida. No entanto, esse problema costuma se acentuar quanto menor for a qualidade do serviço.

Independentemente da escolha, o maior risco está na oferta de planos gratuitos. Além de limitar a quantidade de dados que podem ser utilizados, forçando a utilização paga, permitem a infecção por malwares. E o que é pior: rastreiam a atividade online dos usuários.

Ou seja, registram e vendem seus dados, fornecendo exatamente o oposto do que promete o serviço. Este, por sua vez, tem o objetivo de aumentar a segurança e a privacidade de navegação para usuários e empresas.

Por isso, fique atento aos termos e políticas de serviço, certificando-se de que o provedor é confiável.

VPN no celular

Por mais que o desktop seja uma importante ferramenta de trabalho, quando estamos em movimento, nos comunicamos cada vez mais por meio dos smartphones. Como o fluxo de informações costuma ser mais intenso e dinâmico por ali, acessamos uma variedade maior de redes. Assim, aumentamos as ameaças à privacidade.

Por isso, vale considerar o uso de uma VPN também nesses dispositivos. Tal cuidado garante que as informações estejam seguras, independentemente de onde você esteja conectado.

Também é possível usar a VPN pelo celular.

A maneira mais fácil de fazer isso, seja no Android ou no iPhone, é baixar o aplicativo do provedor. Uma vez instalado, o app permite definir e salvar preferências. Para quem quer ter mais controle sobre a experiência de rede, é possível também configurar a rede VPN manualmente. No entanto, essa atividade exige pouco mais de tempo e conhecimento.

Seja qual for a sua opção, o futuro em que precisamos proteger os nossos dados online já chegou. Por isso, conheça outros mecanismos de segurança em nossa matéria sobre os Centros de Operações de Segurança ou SOC, na sigla em inglês. Aliás, veja também como funciona o Vivo Segurança Gerenciada, um filtro de segurança desenvolvido para as pequenas e médias empresas (PMEs).

Aliada à VPN, a sua empresa pode também desenvolver uma política de trabalho remoto. Saiba como nesta matéria, na qual apresentamos um guia para ajudar a tornar esse futuro realidade de forma consistente e planejada.

E continue navegando aqui no Blog Vivo Empresas para ter acesso a mais conteúdos como esses. Afinal, a tecnologia é essencial para o crescimento da empresa.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio