Nuvem privada, pública, híbrida ou multicloud: saiba como escolher

Entenda as diferenças entre nuvem privada, pública, híbrida e multicloud e veja qual é a melhor opção para a sua empresa!

29/05/2019 às 9:00

O modelo cloud tem diferentes tipos de implementação: nuvem privada, pública, híbrida e multicloud. Portanto, neste artigo, vamos explicar o que cada uma significa e mostrar todas as diferenças entre elas. Além disso, indicamos abaixo para quais casos cada uma é indicada e como deve ser feita a contratação.

Ao contratar um espaço na nuvem, seus dados passarão a ser armazenados em um ambiente totalmente virtual. E você precisará escolher o tipo de provedor que deseja incluir no plano (o que deve ser feito de acordo com a necessidade da sua empresa).

Nuvem privada: quatro pessoas, duas mulheres e dois homens, segurando desenhos de foguete, mundo e nuvens.
Há diferentes tipos de nuvem. A opção ideal deve estar de acordo com as necessidades da sua empresa.

Dizemos isso, pois há diferentes tipos de implementação disponíveis. Sendo assim, você pode optar entre as nuvens privada, pública, híbrida e também pela multicloud (todas têm características e vantagens bem definidas). Para te ajudar na escolha, listamos abaixo as características, as vantagens e as indicações de cada provedor.

Nuvem privada

Uma nuvem privada significa que o provedor contratado servirá apenas a sua empresa. Ou seja, você não dividirá a nuvem com outras companhias. Trata-se de um serviço exclusivo, voltado apenas para usuários que têm livre acesso ao ambiente.

Árvore sozinha no campo aberto.
Nuvem privada: solução garante um ambiente exclusivo para o armazenamento de dados.

O modelo é bastante indicado para companhias que trabalham com informações críticas, como escritórios de advocacia, instituições financeiras e departamentos jurídicos, entre outros.Existem dois modelos possíveis de nuvem privada. O primeiro é chamado de plataforma como serviço (PaaS), ambiente exclusivo voltado ao gerenciamento de aplicativos e também ao desenvolvimento de softwares.

O outro modelo é a infraestrutura como serviço (IaaS), que garante apenas a infraestrutura necessária para quem deseja ter uma rede ou servidores de armazenamento em nuvem. A escolha entre um deles, inclusive, depende das necessidades da empresa. Por exemplo: se você não precisa de um ambiente para desenvolvimento de programas e quer dedicar a nuvem apenas ao armazenamento, o melhor a se fazer é optar pelo IaaS.

Vantagens

Segurança: apenas a sua empresa terá acesso à nuvem, o que reforça a segurança dos seus dados e informações.

Personalização: por se tratar de um espaço exclusivo, você pode customizar os serviços da nuvem de acordo com aquilo que a companhia precisa.

Disponibilidade: todos os tipos de implementação apresentam alta disponibilidade. No entanto, em uma nuvem privada, o fato de não haver muitas pessoas utilizando o serviço ao mesmo tempo contribui positivamente.

Nuvem pública

Contratar uma nuvem privada significa que você irá dividir o espaço com terceiros. No entanto, os seus dados estarão sempre protegidos por dispositivos de segurança. Ou seja, apenas pessoas habilitadas terão acesso às informações da sua companhia. É como se você alugasse um espaço dentro de um servidor e, assim como em um ambiente físico, a entrada e a saída dependem da sua autorização.

Para acessá-lo, basta ter uma conexão de internet (o caminho é feito pela web) e todas as autorizações necessárias. É possível receber, inclusive, relatórios de uso para saber o volume de acessos e também se você precisa de mais espaço ou se a quantidade contratada é suficiente.

Quadro negro com um desenho de nuvem feito com giz. Dentro dele há uma lâmpada.
Na nuvem pública o servidor é compartilhado, mas com garantia total de segurança.

Trata-se do modelo de implementação mais utilizado atualmente, sobretudo por pequenas e médias empresas. Isso porque a nuvem pública é a mais indicada para o uso do modelo conhecido como “software como serviço” (SaaS). Ou seja, a solução permite que você pague pelo uso de um software específico (e não pela sua licença, o que sairia muito mais caro).

Inclusive, todo o uso da plataforma acontece online, sem a necessidade de instalar programas, nem ocupar espaço nas máquinas.

Vantagens

Escalabilidade: é possível aumentar ou diminuir o espaço na nuvem de acordo com as necessidades e o momento da empresa.

Disponibilidade: o modelo cloud se destaca pela alta disponibilidade. Ou seja, dificilmente você terá problemas para ter acesso aos seus dados.

Gestão simplificada: a gestão é mais simples do que na nuvem privada, por exemplo, que precisa de uma atenção maior por parte da equipe de TI. Na pública, tudo é feito pela companhia contratada.

Valor mais em conta: a nuvem pública custa mais barato do que a privada e entrega um serviço de qualidade.

Nuvem híbrida

Como seu nome já diz, a nuvem híbrida alia espaços públicos e privados em um só serviço. Funciona assim: você pode escolher quais dados deseja armazenar em um ambiente exclusivo e quais podem ir para a nuvem pública. Dessa forma, consegue extrair o melhor de cada um dos modelos.

A comunicação entre esses dois ambientes acontece de um jeito bastante seguro. Ou seja, você poderá enviar dados de uma nuvem para outra sem se preocupar com nada.

Vantagens

Flexibilidade: você escolhe quais dados deseja acomodar em cada ambiente. Assim, aproveita as melhores características tanto da nuvem pública quanto da privada.

Escalabilidade: por possuir os dois modelos, a escalabilidade também está garantida na nuvem híbrida. Sendo assim, você consegue alterar facilmente o volume contratado.

SaaS: possibilita o uso do modelo de “software como serviço” (SaaS), largamente escolhido pelas empresas por ser rentável. Afinal, você contrata a nuvem para ter acesso ao programa desejado e paga apenas pelo seu uso.

Multicloud

O conceito de multicloud pode ser definido como uma estratégia de uso simultâneo de dois ou mais serviços de nuvem pública, híbrida ou privada dentro da mesma empresa.

Uma das principais vantagens desse modelo é o fato de não depender apenas de um provedor. Aliás, essa é exatamente a diferença entre multicloud e nuvem híbrida. Apesar de ter nuvens privadas e públicas, o modelo híbrido trabalha apenas com um provedor.

Menino com capa e óculos olhando para o céu.
O diferencial do multicloud é o fato de ter mais de um provedor.

Quando se tem mais de um, a inteligência do sistema usa a nuvem que está geograficamente mais próxima da empresa ou do local em questão. Assim, diminuem-se os índices de latência (tempo que a informação demora para chegar de um ponto a outro).

Vantagens

Autonomia: o multicloud dá mais autonomia ao empresário, pois não existe uma dependência de provedores.

Redução no tempo de latência: o tempo de resposta é menor, pois o sistema busca as nuvens mais próximas para possibilitar a comunicação.

Redução de riscos: o fato de não concentrar todos os dados em um único ambiente ajuda a reduzir os riscos.

Flexibilidade:você pode aproveitar as vantagens de cada um dos servidores de acordo com as suas necessidades.

Preços melhores: gerenciar mais de uma nuvem exige uma atenção maior. No entanto, o multicloud garante valores atrativos, pois são contratos mais flexíveis e com alto poder de negociação.

Vivo Cloud

A Vivo tem um portfólio completo de soluções em nuvem para atender a todos os tipos de necessidades das empresas, independentemente do porte (pequeno, médio ou grande). Com as tecnologias oferecidas você garante a total segurança dos seus dados e ainda economiza no dia a dia. Isso porque todas as informações ficam em ambientes virtuais, o que reduz gastos com infraestrutura.B

Quer saber quais são os produtos oferecidos? Entre no site para conferir e escolha aquele que mais se adéqua à sua necessidade atual.

E aí, gostou de saber sobre os tipos de nuvem? Migrar seus dados para um ambiente virtual é, certamente, uma boa opção para quem deseja poupar e garantir segurança. Inclusive, veja aqui como um servidor em nuvem te ensina a economizar. Além disso, aproveite para saber tudo sobre máquinas virtuais. Até a próxima!


Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio