Saiba se você tem o perfil para montar uma empresa a partir do home office

Montar uma empresa no estilo home office pode ser um desafio. Veja se esse modelo é para você!

30/11/2018 às 10:30

Está cansado de se deslocar todo o dia para o trabalho? Pensa em abrir uma empresa caseira, mas não sabe se tem perfil certo para fazer home office? Confira, a seguir, as vantagens de trabalhar em casa e os desafios que essa opção apresenta.

Optando pelo home office

André Brik, coautor dos livros As 100 Dicas do Home Office, Trabalho Portátil e Home Office & Filhos, salienta que há dois perfis distintos. O de quem está começando uma empresa e quer antes ver se ela pode dar certo. E aquelas que buscam mais qualidade de vida e a possibilidade de ficar mais tempo com a família.

Seja qual for a motivação, Brik ressalta que é preciso ter disciplina e capacidade de organização. Se você acha que não tem esse perfil, o autor garante que essas competências podem ser desenvolvidas. “Pode ir atrás de capacitação, aprender a ser disciplinado, organizar o dia, rotina”, ressalta.

Ele também lembra que, ao optar pelo home office, é preciso adaptar a família e a própria casa. “A família tem que ser colaborativa, saber separar que ele está presente, mas não disponível”, explica. “A casa também tem que ter um cômodo ou espaço separado para o trabalho”, acrescenta.

Vantagens e desafios do home office.

Conheça as vantagens e os desafios de optar pelo home office para abrir um negócio.

Para quem consegue se adaptar, Brik afirma que as principais vantagens são a redução de custos. Uma vez que não vai precisar alugar uma sala comercial, pagar aluguel, luz, gasolina para ir para o trabalho, por exemplo. Além disso, há o aumento da qualidade de vida. Pois, não precisa encarar engarrafamentos diários e ainda ganha flexibilidade de tempo.

3 desafios do home office

Família

É difícil a família compreender que a pessoa precisa de seu espaço, especialmente quando há crianças na casa. “A criança vai ver o pai ou a mãe em casa e é difícil ela entender que eles não estão disponíveis”, explica Brik.

Isolamento

“As pessoas às vezes se sentem muito solitárias no home office. Elas sentem falta de se relacionar com outras pessoas e trocar ideias, como em um ambiente formal”, afirma o autor.

Ele salienta que, para lidar com isso, é essencial realizar atividades fora de casa e fora do horário destinado ao trabalho. Como por exemplo, exercícios, almoços com amigos e colegas de trabalho, cursos. Além disso, de vez em quando, trabalhar em um coworking.

Distrações

“A casa é cheia de distrações”, ressalta Brik. “A geladeira está muito próxima, o sofá, o videogame, tem um jogo de futebol na TV. Se você não tiver disciplina, essas distrações te levam a procrastinar”, complementa.

Para lidar evitar distrações, Brik sugere adotar blocos de trabalho focado. “Nesse método, você desliga completamente os estímulos externos e foca para trabalhar uma ou duas horas”, explica. “Portanto, você desliga telefone, coloca uma placa de não perturbe na porta do escritório, vai no banheiro antes, desliga as redes sociais e e-mail”, recomenda.

Ele salienta que adotar esse método pode trazer um grande ganho de produtividade. “Em uma hora de trabalho focado, você resolve um monte de problemas”, garante. “Aí, quando você acaba, são quatro horas da tarde e pode dar uma corrida”, finaliza.

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
ProdutividadeTendências
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio