E-mail marketing: quais métricas usar para medir a sua eficiência

Veja quais são as métricas que mostram se a sua estratégia de e-mail marketing é adequada para divulgar seus produtos ou serviços!

15/02/2019 às 11:20

Usar e-mail marketing nas comunicações é uma estratégia recorrente nas empresas. Mas, você sabe quais métricas usar? De acordo com o estudo E-mail marketing 2018 Trends, feito pela Rock Content, 76,7% das companhias apostam nesse tipo de abordagem para divulgar seus produtos e serviços. E há três motivos específicos para isso: desenvolver e nutrir o relacionamento com o cliente (58,4%), oferecer serviços melhores aos consumidores (50,9%) e aumentar o tráfego do site (45,1%).

Veja quais métricas usar no seu e-mail marketing.

Há diferentes métricas que ajudam a calcular os resultados obtidos com a estratégia de e-mail marketing.

Dos que já enviam esse formato de mensagem, 96,1% acreditam na eficiência da ferramenta para atingir os objetivos mencionados acima. No entanto, para atestar que a estratégia tem dado certo é fundamental analisar os resultados das campanhas feitas por e-mail marketing. E só é possível medir esses dados analisando algumas métricas que fundamentam os indicadores de performance (KPI’s –  key performance indicator, em inglês), essenciais para o crescimento do seu negócio.

Muitos desses índices vêm especificados nos relatórios disponibilizados pelas ferramentas responsáveis pelo envio do material (falamos sobre elas mais à frente). Você sabe quais são os mais importantes? Se a resposta for negativa, não se preocupe. Te mostramos a seguir como mensurar os efeitos desse tipo de comunicação.

Métricas para ficar atento!

1-) Taxa de abertura

Trata-se de uma métrica importante quando o assunto é o e-mail marketing. Esse indicador mede quantas pessoas abriram a mensagem para ler o conteúdo enviado. É necessário fazer uma conta para chegar até esse número: divida a quantidade de aberturas pelo volume de envios.

Assim, é possível avaliar se o material tem chamado a atenção dos clientes. Entre os fatores que mais estimulam a abertura dos e-mails estão os títulos (ou assuntos, como se costuma dizer). Então, se o indicador tem sido positivo, é sinal de que as suas escolhas estão no caminho certo. Aliás, leia aqui uma matéria que te ensina a fazer os melhores assuntos para o seu email.

No entanto, é preciso levar em conta que a pessoa pode ter aberto o e-mail e fechado logo em seguida. Ou seja, não absorveu nada do que estava disponível. Por isso, é fundamental avaliar outras métricas complementares, que listamos a seguir.

2-) Taxa de cliques

Para chegar até esse indicador, analise a quantidade de e-mails enviados em relação àqueles que receberam algum clique. Basta calcular a proporção. Um exemplo: você mandou 100 e-mails e 80 foram clicados. Então, a taxa de cliques registrada foi de 80%.

Veja quais métricas usar no seu e-mail marketing.

É preciso medir a quantidade de pessoas que clicaram nas suas comunicações.

No mercado, uma taxa de cliques acima de 20% é um sinal de que o conteúdo da sua empresa interessa a sua audiência. Ou seja, um bom indicador de que você está no caminho certo.

Aliás, um desdobramento dessa métrica é a taxa de cliques calculada de acordo com o volume de pessoas que abriram o e-mail. Assim, você faz uma análise mais detalhada de quem realmente interagiu com o seu conteúdo de alguma maneira. Nesse sentido, se muitas pessoas abriram o conteúdo, porém não clicaram em cada, considere rever as suas promoções ou conteúdo do e-mail.

3-) Taxa de conversão

A taxa de conversão mostra quantas pessoas realmente consumiram algum produto ou serviço da sua empresa depois de lerem o seu e-mail marketing. Por isso, é uma das métricas mais importantes a ser avaliada, uma vez que mostra resultados efetivos.

É importante acompanhar de perto esse indicador para verificar se você está no caminho certo e quais são as correções que possivelmente podem ser feitas. De acordo com a agência Resultados Digitais, a partir de 1,3% pode ser considerada uma boa taxa de conversão.

Veja quais métricas usar no seu e-mail marketing.

Um e-mail marketing bem-sucedido apresenta uma boa taxa de conversão.

O Google Analytics é uma importante ferramenta para a análise da taxa de conversão. Isso porque é capaz de mensurar a origem do tráfego. Ou seja, se a pessoa chegou até o seu site por meio do e-mail marketing, por exemplo.

4-) Taxa de quem não quer receber mais seu conteúdo

Faz parte das boas práticas do marketing digital incluir um botão que permite que as pessoas solicitem o cancelamento do recebimento do seu e-mail. E, aliás, essa informação deve estar em um local visível. Verifique se essa taxa cresceu ou diminuiu de um mês para o outro. Caso tenha ficado menor, é um indício de que o conteúdo entregue é relevante para o público.

Esse indicador é chamado de “Taxa de inativação” e pode representar bastante no decorrer do tempo. Tenha em mente que é comum as pessoas cancelarem o recebimento, mas caso esse número aumente mais de 24%, é hora de rever o conteúdo.

5-) Taxa de rejeição

Algumas ferramentas de envio de e-mail marketing, como MailChimp e E-Goi, conseguem mensurar a taxa de rejeição (também chamada de bounce rate). Tal indicador significa a quantidade de pessoas que viram o e-mail e o classificaram como spam. É fundamental ficar de olho nesse número, pois um aumento constante é um sinal de alerta.

Veja quais métricas usar no seu e-mail marketing.

Avalie o crescimento da base, em comparação com a quantidade de pessoas que não querem mais receber seu conteúdo.

Sendo assim, certamente está na hora de você verificar diversas características do e-mail marketing, como design, linguagem, ofertas oferecidas e até mesmo a base de contatos. Além disso, a rejeição também inclui aqueles clientes que não receberam o seu e-mail por algum motivo. E há dois principais: endereços da sua base de contatos podem estar desatualizados (fator conhecido como hard bounce).

Ou então que a caixa de e-mails do seu destinatário pode estar cheia. Ou seja, ele vai deixar de receber suas mensagens por um período (impedimento chamado de soft bounce).

Se você tiver outra forma de falar com o seu cliente, como o telefone celular, vale mandar uma comunicação por aí. Pode ser um SMS ou WhatsApp sugerindo que ele atualize o e-mail para continuar recebendo as suas ofertas. É uma boa estratégia para garantir que aquele contato não se perca.

6-) Percentual de novos “assinantes” do e-mail marketing

Verifique, mensalmente, se a lista de pedidos para o recebimento do e-mail marketing cresceu. Trata-se de uma métrica muito importante para avaliar se os seus produtos ou serviços são interessantes para o público.

Veja quais métricas usar no seu e-mail marketing.

Verificar se há novos assinantes interessados é essencial para a estratégia.

Além disso, esse indicador ainda mostra se a sua estratégia de comunicação, usada no site ou nas redes sociais, tem, dado certo. Ou seja, se você anda despertando a vontade das pessoas em saber mais sobre a sua empresa por meio de posts, banners no site e publicidade, entre outras ativações.

E aí, já anotou todas as métricas e os KPI’s para montar a sua próxima comunicação via e-mail marketing? Sem dúvidas, se trata de uma ferramenta importante para divulgar seus produtos e serviços. Aliás, outras dicas de leituras podem te ajudar nesse processo. São elas: como fazer o seu e-mail marketing chegar a mais pessoas e ainda dicas de ouro para fazer aquela mensagem perfeita.

No mais, continue conosco por aqui no Blog Vivo Empresas para mais conteúdos que vão ajudar a divulgar a sua empresa no universo digital!

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
E-mailInternetTecnologia
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio