Saiba como um malware pode afetar sua empresa

Veja de quais maneiras um malware pode infectar seus dispositivos e o que fazer para evitar que esse tipo de invasor prejudique a sua empresa!

28/02/2019 às 18:56

Malware é a abreviação do termo Malicious Software (que, em português, significa software malicioso). Trata-se de uma ameaça ao ambiente digital que chega sem dar pistas e pode ser bastante prejudicial, já que esse tipo de “invasor” é instalado no computador ou em qualquer outro dispositivos sem nenhum consentimento. Isso porque ele geralmente vem escondido em outras plataformas, como e-mails ou mensagens de texto.

Um malware pode invadir seu computador ou dispositivo móvel.

Um malware pode invadir seu computador ou dispositivo móvel. Saiba como evitar!

Todos os vírus ou invasores são tipos de malware, inclusive aqueles bem comuns que você já deve ter ouvido falar, como Cavalo de Troia e Spyware. Geralmente, esse conteúdo nocivo é disparado por hackers que desejam roubar acessos de bancos e outras senhas importantes. Aliás, assim como para pessoas físicas, tal movimento acontece com bastante frequência no universo corporativo.

E o caminho costuma ser o mesmo, porém os problemas acontecem em uma escala muito maior. O motivo é simples: um negócio armazena dados confidenciais, informações de pagamento, senhas de banco, detalhes dos cartões de crédito, dados dos colaboradores e muito mais. Portanto, as empresas também se transformaram em alvos, sobretudo as que ainda estão desprotegidas.

Consequências do ataque de um malware

Os malwares são divididos em diferentes categorias. Inclusive, cada uma pode provocar um tipo de dano diferente ao seu negócio. Veja quais são os mais conhecidos:

Vírus: são os mais comuns. Eles chegam por meio de links infectados ou arquivos executáveis e atacam aqueles que estão limpos. Sendo assim, entram no computador ou na própria rede e podem se expandir facilmente dentro dela.

Spyware: o malware é instalado nos seus dispositivos sem o seu consentimento, para espioná-lo. Isso mesmo: seus acessos às contas bancárias e redes sociais, por exemplo, ficam vulneráveis. Assim, é possível identificar todas as suas atividades feitas no ambiente digital.

Cavalo de Troia: no início parece um software confiável, tanto que você decide instalá-lo – e se engana logo em seguida. Então, ele abre as portas para a entrada de outros vírus que danificam os seus arquivos.

Por isso, é importante prestar atenção em algumas características dos seus dispositivos para detectar se eles foram contaminados por algum tipo de malware. Inclusive, o primeiro passo é analisar o desempenho. Percebeu que a máquina ou o celular começou a demorar mais do que o habitual para executar algum tipo de tarefa? Pode ser um sinal.

Malware podem deixar seu computador ou dispositivo móvel em apuros.

Todos esses tipos de malware podem deixar seu computador ou dispositivo móvel em apuros.

Outro indicador é se a página de internet que você definiu como inicial mudou repentinamente, sem que você fizesse nada para isso. Fique de olho se aconteceu esse tipo de problema. Por fim, outro indício bastante comum é se alguns programas que ajudam a garantir a segurança do seu dispositivo, como antivírus, Gerenciador de Tarefas e Recuperação do Sistema, entre outros, deixam de funcionar repentinamente.

Para poder agir, o malware logo trata de conseguir maneiras de travar tais programas e, assim, ficar livre para infectar seu computador ou celular.

Como se prevenir?

Atualize sempre os sistemas operacionais, tanto do seu computador quanto do celular. Esse hábito reduz a vulnerabilidade dos dispositivos, uma vez que, como são versões mais atuais, costumam corrigir problemas relacionados à segurança. Procure sempre atualizar a partir de aplicativos oficiais já instalados no computador. Nunca clique em pop-ups e em conteúdos duvidosos.

Tenha também um antivírus sempre atualizado, no caso do Windows. O sistema iOS, de acordo com a Apple, tem autodefesas a esse tipo de ataque. No entanto, é fundamental redobrar a atenção em relação ao desempenho do equipamento. Caso detecte algo errado, acione a equipe de TI ou peça ajuda a quem entende do tema.

Você sabe o que é um malware?

Evite abrir e-mails e links duvidosos.

Aliás, você também pode contribuir para evitar o problema com atitudes simples no dia a dia. Por exemplo: nunca clique em links que vêm junto com mensagens estranhas e duvidosas. Antes de tomar qualquer atitude, verifique se conhece o remetente e se o e-mail (ou a mensagem) faz sentido para você. Desconfie sempre. O mesmo vale para os anexos do e-mail. Nunca abra de imediato.

Outra dica é nunca baixar arquivos e software em sites que não são oficiais. É muito provável que esse material contenha algum tipo de malware. Quando precisar fazer o download ou então atualizar algo, recorra a endereços oficiais, como o site da Microsoft ou então à App Store, da Apple.

Como remover

Se o seu dispositivo foi infectado, a melhor forma de resolver é acionar a equipe de TI ou então algum profissional que entenda do assunto. E o motivo é muito simples: qualquer atitude errada pode agravar o problema e deixar o seu computador ainda mais vulnerável ao ataque de malwares (aproveite para ler uma reportagem completa sobre gestão de TI).

Geralmente, o primeiro passo para acabar com essa presença indesejada é recorrer a uma ferramenta de remoção de malware, que geralmente faz parte dos sistemas antivírus. Tal plataforma faz um tipo de escaneamento do computador ou do celular. Dessa forma, consegue detectar e eliminar os invasores.

No entanto, como comentamos, é essencial garantir que tanto o antivírus quanto o sistema operacional estejam sempre atualizados para reduzir a vulnerabilidade dos equipamentos.

Proteja o seu dispositivo de malware.

Proteja o seu dispositivo de malwares!

E você, já tomou alguma medida preventiva hoje? É essencial ter cuidado redobrado para evitar que um malware invada o seu computador e roube dados importantes. Aliás, aproveite para ler duas matérias sobre o tema: uma é sobre segurança da informação e a outra trata da lei de proteção de dados e como ela pode afetar a sua empresa.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio