Confira 6 dicas incríveis para lidar com o chargeback

Sua empresa tem sofrido com o chargeback? Descubra nesse artigo 6 dicas incríveis para lidar com isso da melhor forma possível.

30/11/2018 às 10:30

Para os que tem um negócio online que trabalha com cartões, o chargeback pode ser uma dor de cabeça. Ainda mais quando a empresa não está preparada para lidar com a questão. Se você está abrindo um e-commerce, garanta que esse não seja o seu caso.

O que é chargeback

Chargeback é o ato de um consumidor cancelar uma compra realizada por cartão de débito ou de crédito. Ou sejam, é um problema que pode acontecer por dois motivos principais. Ou titular do cartão não reconhecer a transação ou a operação descumprir regulamentações previstas por contratos.

Além disso, há ainda dois outros motivos para os quais os varejistas online devem ficar bem atentos. São eles as fraudes e a insatisfação do cliente.

Sua empresa tem sofrido com o chargeback?

Chargeback é um problema para empresas que trabalham com cartões de crédito e débito.

6 dicas para evitar o chargeback

Todos os casos listados acima têm um resultado em comum: a venda é efetivada, mas a empresa tem de devolver o dinheiro posteriormente. Desse modo, conheça a seguir seis dicas para minimizar os riscos de chargeback em seu negócio.

6. Utilize um nome conhecido

Um dos motivos para o cancelamento de transações por parte dos clientes é o não reconhecimento do nome na cobrança que aparece na fatura do cartão de crédito. Isso ocorre principalmente quando o nome legal da empresa é diferente do nome que aparece no site. Felizmente, é possível utilizar o termo mais conhecido na descrição que aparece na fatura, e não a razão social.

5. Esteja disponível

Alguns clientes emitem um pedido de chargeback assim que eles não reconhecem uma cobrança. No entanto, outros dispõem de tempo para pesquisar sobre a origem dela. Desse modo, para auxiliar nessa ação, coloque-se à disposição para responder questionamentos e ofereça opções rápidas de contato.

4. Detalhe bem o seu produto

O melhor jeito de evitar pedidos de chargeback por insatisfação do cliente é evitar que ele fique insatisfeito. Parece simples, mas não é. Requer que a descrição dos produtos e serviços seja muito bem feita e descreva exatamente o que o cliente está contratando, para que ele não possa alegar que foi surpreendido negativamente.

3. Não cobre por período de testes

Uma prática muito comum no meio online é empresas oferecerem períodos de teste gratuitos por serviços. Contudo, muitas deles pedem os dados do cartão de crédito no início da operação e, encerrado o teste, começam a cobrar automaticamente do consumidor que não cancelou o serviço, o que causa transtornos para quem não desejava pagar pelo produto e também para o negócio, que terá de lidar com os pedidos de chargeback.

Para evitar embaraços, se for oferecer testes, deixe a opção pela cobrança para o final do período e certifique-se de que seus clientes serão aqueles que desejam usufruir de seus produtos, não aqueles que esqueceram de cancelar a cobrança.

2. Não prometa o impossível

Este ponto é claro. Não exagere nas promessas. Por exemplo, não ofereça um contrato vitalício, pois você nunca sabe quando precisará mudar os rumos do negócio.

1. Ofereça reembolsos

Já que através do chargebacks seus clientes poderão receber reembolsos de uma maneira ou de outra, estabeleça uma política clara e pertinente para a área e evite o desgaste de imagem gerado por um imbróglio desnecessário.

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
e-commercevendas
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio