Confira 5 ferramentas de gestão financeira para adotar em sua empresa

Não basta ter apenas intuição para administrar as finanças de uma empresa. Existem ferramentas de gestão que te ajudam. Veja quais são!

30/11/2018 às 10:30

Fechar o mês no azul.  Ou saber a hora certa para a empresa reinvestir o dinheiro. Essas são algumas das decisões que um gestor precisa tomar. E para isso não basta apenas ter instinto. Para diminuir a chance de erro, há uma série de ferramentas de gestão financeira que podem ser usadas. Te apresentamos cinco delas a seguir.

Ferramentas de gestão financeira para o seu negócio

1. Controle de custos

É uma ferramenta de gestão utilizada para saber se a empresa está gastando de forma eficiente. Ou se está tendo pouco retorno para seu investimento.

Portanto, é o instrumento que avalia se o orçamento da empresa e os valores cobrados por produtos e serviços estão de acordo com a realidade da empresa. Ou se precisam ser alterados. Para isso, é feito uma análise de todos os custos e despesas, variações entre custos previstos e reais. Além disso, uma análise da evolução das vendas, custos, lucro e capital investido em linhas de produtos e serviços.

2. Auditoria interna

É o processo de examinar todos os elementos contábeis e de controle financeiro da empresa. E assim averiguar se as políticas da companhia estão de acordo com as melhores práticas possíveis. Além disso, o processo identifica possíveis erros ou fraudes cometidos pelo negócio.

No entanto, para realizar uma auditoria interna, a empresa deve examinar seus documentos, livros-caixa, registros contábeis, entre outros. A ação pode ser feita por um contador próprio ou terceirizado.

Veja porque usar ferramentas de gestão financeira.

Adotar ferramentas de gestão financeira permite que a empresa tome decisões mais embasadas.

3. Fluxo de caixa

O fluxo de caixa é um instrumento que relaciona os ingressos e saídas (desembolsos) de recursos monetários no âmbito de uma empresa em determinado intervalo de tempo.  E deste modo prever o quanto você terá à disposição em um futuro projetado.  No entanto, para conhecê-lo, é preciso acompanhar diariamente todas as movimentações da conta, como recebimentos vindouros, pagamentos de fornecedores, salários e impostos.

Aliás, a partir da elaboração do fluxo de caixa, é possível prognosticar eventuais excedentes ou escassez de caixa, determinando-se medidas saneadoras a serem tomadas. Por isso, dominar essa ferramenta permite que a empresa faça o melhor aproveitamento de seus recursos.

4. Balanço patrimonial

É uma ferramenta de gestão responsável por avaliar a presente condição financeira de um negócio. É feito para revelar a real situação de lucros, dividendos e patrimônio líquido de uma empresa. Pode ser realizado a cada três meses, seis ou um ano.

O resultado do balanço patrimonial é o patrimônio líquido da empresa, que nada mais é do que ativos – passivos. Os primeiros dizem respeito a dinheiro em caixa, contas e notas a receber, terrenos, imóveis, equipamentos e veículos. Enquanto que os segundos referem-se a contas e notas a pagar, salários e contribuições e dívidas de longo prazo.

5. Conciliação bancária

É a ferramenta de gestão que compara todas as entradas, saídas e saldos da empresa com a movimentação bancária, visando aferir se a contabilidade feita pelo negócio fecha com aquela dos registros bancários.

A conciliação bancária é especialmente importante para empresas que atuam no varejo. Pois essas, devido ao grande volume de transações, correm mais risco de apresentar diferenças entre o controle interno e o que está registrado no banco. Quando necessário, essa ferramenta permite corrigir informações, como vendas não contabilizadas feitas através de cartões de crédito, cheques ou boleto bancário.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio