Empreendedorismo digital: inovação e planejamento são essenciais

Confira o que é preciso para se tornar um empreendedor online.

30/11/2018 às 10:30

O empreendedorismo digital é uma maneira de concretizar o seu sonho de abandonar o emprego formal e se tornar dono do próprio negócio. Mas para isso não bastam boas ideias! Ou seja, assim como os empreendimentos com espaço físico, as empresas de atuação online também precisam começar com um bom plano de negócios.

Primeiros passos para o empreendedorismo digital

  • Antes de tudo, estabeleça exatamente o tipo de negócio digital que você quer. Muitas pessoas pensam que, por se tratar de uma empresa virtual, definições, planos e estrutura não são necessários. Mas você vai precisar, basicamente, tomar todas as medidas que tomaria se estivesse abrindo uma empresa com um ponto comercial.
  • Depois de ter um primeiro rascunho das principais ideias que envolvem seu projeto, busque traços do seu plano que o diferenciam de todos os concorrentes. Sejam lojas virtuais ou aplicativos que cumprem a mesma função. Se você não puder se diferenciar de seus concorrentes, volte para o rascunho.

    O empreendedorismo digital é a oportunidade de abrir o seu próprio negócio.

    O empreendedorismo digital é a oportunidade de abrir o seu próprio negócio.

  • A partir daí, monte um plano de negócios o mais detalhado possível. Ele é essencial para a sua estruturação. Boas ideias são apenas potenciais antes do planejamento. Depois, podem virar um negócio.
  • Com um plano devidamente traçado, é hora da execução. Agora esqueça todos os antigos preceitos e todas as receitas de bolo. Esse é o momento de mostrar como a sua empresa digital se diferencia das outras. Portanto, não pressuponha nada. Questione-se para ir além. “Reduza as ideias a sua essência e trabalhe a partir daí”, recomenda Elon Mush, criador da empresa que originou o Paypal e CEO da Tesla Motors e da SpaceX.
  • Na sua página, estruture o seu conteúdo em torno de uma boa estratégia de SEO (Search Engine Optimization). Isso deixará a sua marca mais próxima do seu público.
  • Para divulgar sua empresa e suas ideias, você precisa ir atrás do seu público-alvo. Invista em ações em redes sociais, em publicações em seu blog e interações com os leitores sempre que possível.

Inovação

Ser empreendedor, numa definição básica, é ter a capacidade de gerir um negócio próprio. E muitas vezes deixando de ser empregado de alguém, mudando assim o rumo da carreira. Essa ideia simplista, no entanto, nem sempre leva em conta um fator destacado por diversos autores como sendo de extrema importância para a atividade empreendedora: a inovação.

Nos anos 1940, por exemplo, o economista austríaco Joseph A. Schumpeter já destaca que, ser inovador, acima de tudo, é ser o agente básico de um processo de destruição de velhas ideias para criar algo novo. É, portanto, ser inovador.

Com o empreendedorismo digital, a relação com o novo passou a ser, mais uma vez, direta. Inovação é, necessariamente, a essência desse mercado. Primeiro, por ele ser relativamente novo – a cada ano, observamos empresas darem saltos tecnológicos, criando novas necessidades tanto para quem produz (conteúdo ou produto) quanto para quem consome.

Segundo, pelo potencial de exploração que ainda existe, uma vez que há um público inexplorado ingressando diariamente no mundo digital. De acordo com dados da ONU, 4,3 bilhões de pessoas ainda não têm acesso à internet.

Bons exemplos de empreendedorismo digital

O empreendedorismo digital é a oportunidade de abrir o seu próprio negócio.

Netshoes é um bom exemplo de sucesso no empreendedorismo digital.

Ao mesmo tempo em que existem armadilhas esperando por quem quer dinheiro fácil, há uma série de bons exemplos a serem analisados. Pense no caso da Netshoes. Uma empresa que vendia no pátio de uma universidade no começo dos anos 2000. No primeiro mês online não emplacou uma venda sequer. Porém, tornou-se anos depois no maior site de comércio eletrônico de artigos esportivos da América Latina.

Outro exemplo é o próprio Facebook, hoje a maior rede social do mundo, com cerca de 1,4 bilhão de usuários. Inicialmente era de uso exclusivo de estudantes de Harvard. O gigante de Mark Zuckerberg adquiriu nos últimos anos dois outros cases de sucesso na internet: o Instagram, aplicativo de compartilhamento de fotos, e o WhatsApp, aplicativo para a troca de mensagens.

De comum entre eles, e entre tantos outros, está aquele mesmo fator destacado como essência do empreendedorismo digital: a inovação. Por isso, quando pensar em ganhar dinheiro no mundo virtual, não se esqueça das regras que fazem qualquer negócio se destacar, na internet ou fora dela: estudo de mercado, análise da concorrência, plano de negócios bem estruturado. Isso tudo e um produto inovador podem levar ao sucesso da sua empresa.

Gostou da notícia?

campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio