Business Intelligence: descubra o que é BI e como usar na sua empresa

Saber captar e analisar os dados da sua empresa é essencial. Veja aqui como funciona o BI e como implantar esse conceito para na rotina da sua empresa.

26/12/2018 às 14:00

Business Intelligence ou BI consiste em reunir dados, analisá-los, monitorar os resultados e, então, tomar decisões mais assertivas dentro de uma empresa. Com base nessas informações, é possível interpretar os números e ter um panorama bem definido dos investimentos e se as escolhas feitas internamente estão refletindo positivamente.

O que é Business Intelligence?

O Business Intelligence (BI) pode ser usado em empresas de qualquer tamanho, desde as pequenas até as maiores.

O BI (ou Inteligência de Negócios, em português) pode ser empregado no dia a dia de qualquer negócio, não importa o tamanho dele. Além disso, tal movimento não se limita à compra de um software ou ao investimento em uma plataforma específica, é necessário tomar uma série de atitudes para garantir os resultados desejados.

Business Intelligence em pequenas e médias empresas

Empresas de todos os portes podem se beneficiar dos resultados conquistado por meio do BI. Pense em uma pequena loja online de sapatos, por exemplo. Com o apoio de gráficos e planilhas do próprio Excel, ficou detectado que o produto mais comprado por mulheres é um sapato vermelho, com bico fino.

Dentre essas consumidoras, a maior parte usou o celular para fazer a transação. Esse tipo de dado é a base para se fazer uma campanha de vendas online de artigos com o mesmo estilo, só que voltada para o público feminino por meio do mobile. Assim, será muito mais fácil fazer a informação chegar ao consumidor certo. E, consequentemente, as vendas aumentarão.

O que é Business Intelligence?

As métricas coletadas por meio do BI auxiliam todos os tipos de empresas. Em lojas de roupas, são estatísticas pra lá de valiosas.

Outro exemplo: um café. Uma análise do consumo de sobremesas nos últimos seis meses detecta que a mais consumida é a torta de limão. Então, os donos podem usar os mesmos ingredientes (ou itens semelhantes) para fazer outros quitutes do gênero e, assim, ampliar as vendas.

Além disso, o BI pode favorecer uma característica que faz parte de todos os tipos de estabelecimentos: o estoque. Quando não há controle, o prejuízo é quase certo. Isso vale para lojas, restaurantes e comércios online, entre outros tipos.

Portanto, um acompanhamento mais assertivo e constante aponta quais itens estão sobrando ou faltando. Por exemplo: em uma loja de roupa, nota-se que as camisas brancas não têm muita saída. Então, isso é repassado para o setor de compras, que deixa de arrematar o item durante algum tempo. Assim, o estoque acaba e não há gastos desnecessários.

O Business Intelligence permite fazer uma gestão mais inteligente do estoque. Isso também vale para verificar quais são os artigos que vendem mais, o que representa um bom indicador para investir em outros itens semelhantes.

Como implantar o BI em pequenas e médias empresas

Tudo começa com a coleta de dados. Todas as tarefas devem ser analisadas internamente, desde a produtividade das equipes até a forma como o público vê a empresa. Então, essas informações captadas são incluídas em um banco de dados para que a análise seja feita.

Assim, elas são capazes de fundamentar as decisões dos responsáveis pela empresa. Em seguida, eles monitoram os resultados para ter a certeza de que as soluções foram as mais adequadas. Inclusive, fazem possíveis alterações de “rota” sempre que for preciso.

O que é Business Intelligence?

É possível envolver toda a empresa na estratégia de BI.

Por isso, adotar o BI é essencial para uma empresa que deseja expandir. É uma forma de aproximá-la de seus consumidores, oferecendo as melhores soluções e produtos. Além disso, garante economia no dia a dia, pois revê os processos que estavam inadequados e propõe novas soluções. Diante disso, você já parou para pensar em como implementar o conceito na sua empresa? Veja, a seguir, quais são os caminhos!

1 – Entenda todas as vantagens de ter BI na sua empresa

    • Você conhecerá melhor o mercado em que atua, principalmente por reunir e analisar informações importantes.
    • Ao detectar o que vem sendo feito de errado ou o que poderia ser aprimorado, você reduzirá os custos ao fazer ajustes no processo e passar a conduzi-lo da maneira mais indicada.
    • O BI atua na prevenção de riscos para a empresa.
    • O conjunto de técnicas ajuda a identificar oportunidades de mercado, o que pode ser bastante produtivo para as empresas.
  • As informações ficam mais disponíveis e claras para os membros de todas as equipes.

2 – Defina os responsáveis

A segunda etapa é definir quem serão os responsáveis pelo BI da empresa. Forme uma equipe que já esteja habituada a trabalhar com relatórios e interpretação de resultados. Geralmente, há três perfis de profissionais dentro desse time: aqueles que geram os relatórios, os que sabem fazer as análises e, por fim, os gestores responsáveis pela tomada de decisão.

O que é Business Intelligence?

Definir os responsáveis é muito importante para iniciar o processo.

Depois de saber quem estará à frente desse desafio, é necessário apresentar para o grupo quais são as necessidades da empresa. Só assim os responsáveis poderão avaliar, interpretar os dados e propor soluções. Aliás, apenas ter acesso às informações não resolverá os problemas. É fundamental saber “ler” os gráficos e, a partir deles, buscar soluções. Por isso, é importante estimular esse fator junto às equipes.

E isso não vale apenas para os profissionais que estão à frente da estratégia de BI. Todos os colaboradores da empresa devem ter acesso a esse tipo de material. Assim, a “cultura” business intelligence se expandirá por toda a companhia.

3 – Escolha os canais

Ter software de BI pode ajudar – e muito – no processo. Tais ferramentas são responsáveis por captar as informações e transformá-las em relatórios que poderão abastecer as áreas da empresa. Será necessário alimentar esses programas para obter as informações desejadas. Conheça agora três opções muito usadas no universo empresarial:

Microsoft Power BI

É um dos software mais usados e conhecidos por analisar todos os dados com rapidez – os relatórios são interativos e atualizados em tempo real.  O programa é capaz, por exemplo, de gerar dashboards muito mais ilustrativos do que uma planilha de Excel (apesar de usar os recursos disponíveis no utilitário da Microsoft).

Além disso, por possuir uma interface simples, não é preciso ser especialista em programação. Os responsáveis pelas áreas conseguem interpretar todos os resultados com tranquilidade, como carga de tarefas, taxa de conclusão de projetos e evolução de campanhas, entre outros.

O que é Business Intelligence?

Interface do Microsoft Power BI.

A vantagem é que todas as informações da empresa são concentradas em um único dashboard. Os painéis são configuráveis de acordo com as necessidades da companhia. 

Gráficos e relatórios respondem com clareza se as movimentações feitas por gestores e equipes têm sido positivas. Com o Power BI, coordenadores e seus respectivos times conseguem ter uma visão 360 graus de todas as métricas mais importantes da empresa.

Aliás, é possível testar o software gratuitamente. Basta acessar o site da plataforma para ter acesso às informações e cadastrar a sua empresa.

BIRT

O BIRT é uma plataforma gratuita e fácil de usar, ideal para pequenas e médias empresas. A ferramenta conta com um painel que permite a criação de relatórios com listas, gráficos e tabelas. Inclusive, também é possível incluir documentos e outros arquivos para facilitar uma visão panorâmica da empresa.

O que é Business Intelligence?

BIRT não é um dos mais completos, mas tem uma interface fácil de mexer.

Para acessar a ferramenta, basta acessar o site e fazer o download totalmente gratuito. Todo o material, no entanto, está disponível em inglês.

Tableau

A ferramenta permite o acesso simplificado a dados, o que garante que as equipes estimulem a criatividade para interpretá-los e propor soluções. Por ter comandos fáceis de operar, profissionais de diferentes áreas conseguem gerar os gráficos. 

Tal característica estimula a curiosidade entre os colaboradores. Desta forma, é comum que muitos naveguem pela plataforma por se interessarem por ela e, no meio desta “aventura”, tenham ideias produtivas para a companhia.

O que é Business Intelligence?

Dashboard do Tableau.

A ferramenta ainda permite, em um único painel, a criação de gráficos e tabelas. Por ser online (em sistema de cloud), depois é só compartilhar com toda a equipe. E com segurança mais do que garantida. Gostou da ideia? Conheça os produtos disponíveis e escolha a melhor opção para a sua empresa.

4 – Saiba a hora de recalcular a rota

Como vimos, implementar o BI dentro de uma empresa depende de vários fatores. Uma das últimas etapas desse processo é a tomada de decisões. Cabe ao gestor estudar e compreender todas as análises feitas pelas equipes a partir das ferramentas para, então, recalcular a “rota”. Ou seja, mudar algo que precisa ser aprimorado ou então reforçar o que vem sendo feito de positivo.

O que é Business Intelligence?

Ao detectar um erro, uma falha ou então uma oportunidade, é essencial saber o momento de recalcular a rota.

Por isso, é fundamental que eles também conheçam as ferramentas de BI e saibam interpretar o dashboard. Um trabalho integrado aqui faz toda a diferença.

5 – Cresça

Não deixe o BI só no papel ou use as suas análises para resolver problemas de imediato. Aproveite toda essa inteligência gerada para ampliar os horizontes da sua empresa. Identifique, por exemplo, quais são as possibilidades de crescimento. 

Busque parcerias, contrate novos profissionais (dentro do orçamento planejado) e não tenha medo de ousar quando for preciso. Afinal, usar a inteligência a favor do seu negócio só tem chances de ser uma estratégia para lá de produtiva!

O que é Business Intelligence?

Saiba identificar as oportunidades de crescimento para ver a empresa decolar.

Viu como não é um bicho de sete cabeças incluir BI em seu negócio? É algo relativamente simples, que só depende de planejamento e bons gestores para estimular as equipes. Que tal começar agora? Aliás, aproveite que você está aqui e acesse a matéria sobre os segredos para engajar o cliente. E continue conosco no Blog Vivo Empresas para mais conteúdos sobre empreendedorismo e tecnologia!

Gostou da notícia?

Veja mais sobre
Banco de dadosTecnologia
campo obrigátório

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio